domingo, julho 10, 2011

O piloto da série brasileira “3%”

Sábado vi no site Joven Nerd uma série de ficção científica chamada “3%”
A produção é da Maria Bonita Filmes.
O nome ser refere ao processo de seleção que todo jovem passa ao completar 20 anos: se aprovado ele poderá viver no lado lindo e maravilhoso da sociedade onde todo mundo é feliz, bem-sucedido, abastado. 
O problema é que só 3% são aprovados a cada ano, os outros 97% voltam a viver no lado ruim do muro e nunca mais podem tentar de novo.

O primeiro episódio foi dividido em 3 blocos no YouTube:













Assista que vale à pena!
Uma nova visão sobre séries roduzidas no Brasil!
Interessante observar que a ficção muito se parece com a nossa realidade(salvo as devidas proporções).
Quem aí já passou pelo vestibular? Impossível não fazer essa correlação não é?

3 comentários:

Roosevelt Gualda disse...

Porra colocam os caras numa sinuca de bico, mistura de vestiba, com entrevista de emprego e com serviço militar no meio.

Rose Fávero e Alessandra Scarpin disse...

Cris, que negócio é esse?? Que medo!! Onde tem mais, quero ver o resto? rsrsrsr
bj
Rose Fávero

Crisminiaturas disse...

Rose eu não sei se a série foi para frente, vou pesquisar e ver se deram continuidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu livro de cabeçeira:

Caros comentaristas:
De modo a nos poupar de atritos desnecessários aqui no blog peço aos colegas que, em suas mensagens, evitem promover inanas, coarctadas, inarmonias, agastamentos, chaças, debates inócuos, embates, embrulhadas, rabulices, encamisadas, ofensas, escaramuças, escarapelas, caceteiras, picuinhas, badernas, lides, quebra-paus, quebra-quebras, pleitos descabidos, quelelês, efervecências, questões de lana caprina, infestações, refregas, bafôs, pegas-pra-capar, pegadilhas, pegas, algazarras, pugilatos, pugnacidades, pugnas, logomaquias, peguilhas, pegulhos, brigas, quiproquós, triscas, quizilas, beiçoladas, galanas, vale-tudos, pelejas, bulhas, ralhos, beligerâncias, colisões, rolos, polêmicas idiotas, timacas, demandas, desordem, combates, gambérrias, armistrondos, remoques, campanhas insípidas, pampeiros, competências, tumultos, pancadarias, rancores, tendepás, muvucas, pendências, conflitos, confrontos, zangas, bangue-bangues, zanguizarras, tinido de armas, contendas, contenções, controvérsias destrutivas, renzilhas, choldaboldras, tropelias, oposições, provocações infundadas, sopapos, esparrames, pipocas, repontões, requestas, sarabandas, barafundas, arranca-rabos, arranca-tocos, arrancadas, arregaços, arreigações, arrepelamentos de barbas, arrepelações, porfias, jiribandas, jerimbambas, turmbambas, mirongas, sororós, barracos, porradarias, turras, derriças, certames, morticínios, arruaças, arruídos, desandas, desavenças, disceptações, discussões violentas, desfrontações, rusgas, cismas, resmungações, rosnaduras, desordens, testilhas, destruições do patrimônio público ou privado, assuadas, batalhas sangrentas, lutas desiguais, rotas, altercações, heteromaquias, retesias, estrupadas, retruques, litígios duros, afuleimações, prélios, frumentações, cruzadas, rivalidades inúteis, cavilações, reviretes, vuvus, rixas, contendas, mexeriquices, fuzilarias, bochicos e liças de qualquer espécie.
Grata
Cristina Freitas