terça-feira, setembro 01, 2015

Eis que renasce das cinzas...cof...cof...cof que poeira está aqui.

Olá voltei...

Faz tempo né?
A gente tem o hábito de achar que sabe tudo sobre todas as coisas e muitas vezes se equivoca e escorrega. A vida não e como uma mãe doce e amorosa que te reconforta e te abriga no momento da má escolha ou da decisão errada. A vida é exigente e cobra da gente cada segundo, cada erro menor, cada suspiro equivocado.
Eu tomei muitas decisões erradas nos últimos anos. Dei privilégios a quem não merecia e abandonei aquilo que não deveria. Não dediquei tempo ao que valia a pena e me dispersei em coisas que não me levariam a lugar algum.
Mudei de idéia, de rotina, de vida, de carreira, de área de estudos, de tudo...
E no fim não valeu a pena.

Mas diz o ditado que "antes tarde do que nunca!" então eis me here!
Bóra re-ligar o motor da nave Helmans e tocar a vida.
Porque ela é curte e preciosa!



E sobre como me sinto?




Sabe que certa vez eu disse aqui nesse blog que eu nunca em toda a minha vida havia conhecido uma pessoa má. Pois e não é que eu conheci uma? Maldade, premeditação, fingimento, covardia e crueldade. Este tipo de encontro ao longo da vida é do tipo que traz mais aprendizado.

2 comentários:

Eliana Mara disse...

OLA PAULA,EU AMO MINIATURAS E GOSTARIA DE ACOMPANHAR SEUS TRABALHOS PRINCIPALMENTE GUANDO E MINIATURAS EM COZINHAS, ´PARABENS POR SEUS TRABALHOS, SIMPLIMENTE LINDOS.

Kenshim Himura disse...

Olá, me chamo Henrique e preciso saber de se a miniatura de ampulheta que você postou no youtube é comercializável´pois estou desenvolvendo um jogo para meu TCC e ela seria de grande ajuda no mesmo, qual seria o valor e a entrega como seria feito.
Adorei seus trabalhos.
Fico no aguardo e desde já obrigado pela atenção.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu livro de cabeçeira:

Caros comentaristas:
De modo a nos poupar de atritos desnecessários aqui no blog peço aos colegas que, em suas mensagens, evitem promover inanas, coarctadas, inarmonias, agastamentos, chaças, debates inócuos, embates, embrulhadas, rabulices, encamisadas, ofensas, escaramuças, escarapelas, caceteiras, picuinhas, badernas, lides, quebra-paus, quebra-quebras, pleitos descabidos, quelelês, efervecências, questões de lana caprina, infestações, refregas, bafôs, pegas-pra-capar, pegadilhas, pegas, algazarras, pugilatos, pugnacidades, pugnas, logomaquias, peguilhas, pegulhos, brigas, quiproquós, triscas, quizilas, beiçoladas, galanas, vale-tudos, pelejas, bulhas, ralhos, beligerâncias, colisões, rolos, polêmicas idiotas, timacas, demandas, desordem, combates, gambérrias, armistrondos, remoques, campanhas insípidas, pampeiros, competências, tumultos, pancadarias, rancores, tendepás, muvucas, pendências, conflitos, confrontos, zangas, bangue-bangues, zanguizarras, tinido de armas, contendas, contenções, controvérsias destrutivas, renzilhas, choldaboldras, tropelias, oposições, provocações infundadas, sopapos, esparrames, pipocas, repontões, requestas, sarabandas, barafundas, arranca-rabos, arranca-tocos, arrancadas, arregaços, arreigações, arrepelamentos de barbas, arrepelações, porfias, jiribandas, jerimbambas, turmbambas, mirongas, sororós, barracos, porradarias, turras, derriças, certames, morticínios, arruaças, arruídos, desandas, desavenças, disceptações, discussões violentas, desfrontações, rusgas, cismas, resmungações, rosnaduras, desordens, testilhas, destruições do patrimônio público ou privado, assuadas, batalhas sangrentas, lutas desiguais, rotas, altercações, heteromaquias, retesias, estrupadas, retruques, litígios duros, afuleimações, prélios, frumentações, cruzadas, rivalidades inúteis, cavilações, reviretes, vuvus, rixas, contendas, mexeriquices, fuzilarias, bochicos e liças de qualquer espécie.
Grata
Cristina Freitas